segunda-feira, 27 maio 2024
spot_img
InícioPolíciaPM é indiciado por suspeita de torturar safristas e acobertar trabalho análogo...

PM é indiciado por suspeita de torturar safristas e acobertar trabalho análogo à escravidão na Serra

O soldado Márcio Squarcieri, de 39 anos, da Brigada Militar, foi indiciado por quatro crimes, incluindo tortura e redução de trabalhadores à condição análoga à de escravo, após ser identificado como chefe de segurança em uma pousada onde 207 safristas foram resgatados em fevereiro de 2021, em Bento Gonçalves.

Os trabalhadores, em sua maioria baianos, foram libertados por uma força-tarefa composta por policiais rodoviários federais, policiais federais e fiscais do Ministério do Trabalho e do Ministério Público do Trabalho.

Eles relatam que estavam impedidos de deixar o alojamento, trabalhavam até 12 horas por dia, não recebiam o dinheiro combinado, e foram espancados ao reclamarem das condições. Squarcieri foi afastado do patrulhamento nas ruas e colocado em serviço interno. A Polícia Federal também investiga o caso, incluindo dois empresários que teriam submetido os trabalhadores à condição análoga à escravidão. O soldado corre risco de expulsão, caso seja comprovado o delito.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

MAIS VISTOS